Relato de Pesquisa: Experiências de resistência à remoção em territórios ocupados pela população pobre nas periferias da cidade do Rio de Janeiro / Experiments of resistance to removal in territories occupied by poor population in the peripheries of Rio de Janeiro city

Maria de Fátima Tardin Costa

Resumo


Esta pesquisa teve como foco central os modos de organização de sociabilidade nas experiências de resistência vividos, no Rio de Janeiro, por moradores de favelas, contra o despejo de suas terras e moradias, frente às transformações no uso e ocupação do solo urbano entre os anos de 2009 e 2016. No contexto dos processos de gentrificação da periferia brasileira, investigam-se os limites impostos aos horizontes emancipatórios e à realidade daqueles que se recusam a aceitar sua marginalidade. No âmbito da luta por terra e moradia e nos horizontes históricos dados pelos limites lógicos desta forma social, buscamos contribuir com o estudo das relações e mediações construídas por necessidade dos processos de resistência dos moradores pela permanência em seu território, na perspectiva de insurgência de um sujeito consciente de sua condição e de sua de potencialidade transformadora.

Texto completo:

PDF