Theodor Adorno e a Indústria Cultural: o papel do rádio e da música popular na sociedade capitalista dos monopólios

Gilberto Felisberto Vasconcellos

Resumo


Este artigo é sobre o filósofo Theodor Adorno formulador do conceito de Indústria Cultural, conceito esse que revolucionou os estudos de cultura e classe social, colocando no seu âmago a manipulação da classe dominante. Aborda-se neste artigo o papel do rádio e da música popular, mostrando como esses domínios exercem uma espécie de apropriação psíquica das camadas populares, embora o raio de ação da Indústria Cultural seja interclassista, abrangendo todas as classes.


Palavras-chave


indústria cultural; manipulação; música popular; classe social.

Texto completo:

PDF